Review Anime – Nichijou, Anormalmente normal

Dê uma nota para o tema da review: 
0 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 5 (0 nota(s), média: 0,00 de 5)
Você precisa estar logado no site para dar uma nota.
Loading ... Loading ...
Review Anime – Nichijou, Anormalmente normal

Episódios : 26
Gênero : Comédia,Slice Of Life

Introdução

O mangá de Nichijou foi criado por um lunático Keiichi Arawi e vem sendo publicado desde 2006 pela Shonen Ace da Kadokawa Shoten onde já soma 6 volumes. A adaptação para anime foi realizada em Abril de 2011 até Setembro, fora um jogo para PSP exclusivo para o Japão.

História

Nichijou retrata aleatoriamente a vida cotidiana dos habitantes da cidade de Tokisadame, local onde tudo…TUDO mesmo pode acontecer da forma mais indiferente possível. O anime se foca em um grupo de estudantes do colegial e no laboratório Shinonome.

Primeiras impressões

Atenção : O Ministério da Saúde Otaku Alerta, está resenha possui um leve índice de Spoilers e assistir muito Nichijou pode causar demência e crises de risos incessantes.
Eu jurava até o ano passado que já havia assistido todo tipo de anime e que não poderia existir mais nada que me surpreendesse a partir de então…mas eu estava ligeiramente enganado!
Em Abril de 2011, o mundo Otaku ficou um pouco mais agitado com uma Tsunami de Estreias entre elas algumas bem destacáveis como o retorno de Gintama e a estréia de seu rival Sket Dan,ou as adaptações para anime do “Mortífero” Steins;Gate, O “Sangrento”Deadman Wonderland, O “Dramático” Ano Hi (…) e o “Fuck Yeah” da turma Ao No Exorcist.Em fim, era tanta coisa para se assistir que nem se sabia por onde começar, era então dada a preferência a animes que já fizeram sua marca antes mesmo de serem lançados nas Telas de TV’s e PC’s, como os já citados acima, deixando então para 2° plano os menos conhecidos ou convincentes ao público, ou seja, Fila VIP para assistir os mais populares e o resto é resto.
Como eu era vagabundo tinha algum tempo de sobra resolvi selecionar uma lista gigantesca de animes para assistir então daquela temporada, e como o nosso amigo Nichijou foi uma das primeiras estreias (02/04/11) eu dei uma chance meia sem fé e assisti. Gostei do 1° episódio e continuei assistindo a série seguindo a regra dos 5° primeiros (se assiste os 5 primeors episódios e então decide se irá continuar a assistir ou não).

Logo no primeiro episódio é praticamente impossível não rir ,no mínimo soltar aquela risadinha de lado quase despercebível.
Bem no inicio do anime é feito um trocadilho com palavras referente ao começo do anime que parece ser bem desmotivado e como se fosse a coisa mais comum do mundo uma explosão acontece momentos antes de uma garota robô se chocar com um aluno arremessando assim tudo que estivesse por perto, inclusive um Kokeshi,um Akabeko e um Salmão.É possível notar logo na entrada do colégio alguns fatos um tanto quanto “Peculiares” como por Ex. um estudante chegando a escola montado em um bode ou um Punk com cabelo Moicano fora muitas outras coisas como a regra dos 3 segundos mais absurda que já vi e um Dedo Foguete USB.

Chega de Spoilers do primeiro episódio vamos para a ficha técnica de cada personagem :

Personagens
Primários

Aioi Yuko – Uma das três protagonistas na escola ,Yukko (como é chamada pelas amigas) é muito energética, e hiperativa  e adora fazer piadas, fora ser péssima nos estudos ela acaba sendo na grande maioria das vezes vítima das piadas infames de sua amiga Mai e outros acontecimentos bizarros.
Naganohara Mio – Amiga de Yuko e Mai ela também faz parte do principal trio do anime, alegre,simpática e bem estudiosa ela parece ser o ponto de seriedade do anime mas também acaba entrando no grupo do bizarro devido sua incrível habilidade para desenhar…histórias Yaois, as quais ela se inspira no garoto por quem é apaixonada Sasahara Kojiro, seu senpai.
Minakami Mai – A ultima mas não menos importante membra do trio, Mai é amiga das duas anteriores e possui uma aparência calma e serena capaz de disfarçar a maior Trollface de todos os tempos, pode-se dizer inclusive que se a Yuko é um gênio do humor ,Mai é um Deus da comédia.

Shinonome Nano – Agora no laboratório Shinonome, está a GAROTA ROBÔ?! Isso mesmo, a garota anda com uma chave de ligação nas costas e possui diversos dispositivos espalhados pelas mais variadas partes do corpo, no entanto, fora isso ela tenta se assemelhar ao máximo a um ser humano comum, ela mora junto com sua criadora chamada apenas de Professora e o gato falante Sakamoto.
Professora – Explicar com palavras parece pouco mas a professora,cientista maluca,gênio é apenas uma criança de 8 anos responsável por criar a robô Nano e desenvolver o dispositivo de conversação animal (um lenço) que habilita o gato Sakamoto falar, extremamente mimada e infantil (como há de ser pela idade) ela passa os dias como qualquer criança normal deveria não aparentando nenhum pouco ser uma cientista prodígio.
Sakamoto – O Gato falante é encontrado na rua e levado por Nano até o laboratório simplesmente por ser fofo, no entanto ao começar a dialogar com as duas garotas ele se mostra ser mais velho,arrogante e orgulhoso, ele passa então a conviver com as duas e todas as loucuras que ocorrem no local mesmo sabendo dos sérios riscos de vida que ele corre no laboratório Shinonome.

Secundários
Professores : 

Izumi Sakurai – Professora frustada e tímida incapaz de fazer muita coisa.
Manabu Takasaki – Professor apaixonado pela professora Izumi mas incapaz de contar sobre seus sentimentos a ela.
Kana Nakamura – Professora de ciências obcecada por estudos em robótica que tem certeza de que Shinonome Nano é uma robô e por isso sempre falha ao tentar captura-la para realizar pesquisas.
Diretor Shinonome –  Enquanto ele é conhecido por sua piadas de velho muita gente não sabe que ele também é um habilidoso lutador.
Vice-diretor Kosuke – Ele odeia o diretor e claramente faz de tudo para tira-lo do cargo.

Estudantes :

Kojiro Sasahara – Ele é um aluno do 3° ano que age como um aristocrata mesmo sendo apenas filho de fazendeiros ricos ele é ocasionalmente visto chegando na escola montado em seu bode junto de seu mordomo.
Tachibana Misato – É a amiga de infância do cara do bode de Kojiro, ela age como Tsundere afim de esconder  seus reais sentimentos por ele, o mais curioso a respeito dela é o fato de ela “tirar do nada e de qualquer lugar” uma arma e simplesmente atirar no garoto que milagrosamente sempre resiste.
Tsuyoshi Nakanojo – Tsuyoshi é colega de classe de Mio,Mai e Yuko e parece odiar seu cabelo Moicano, ele deseja ser um cientista e por isso não acredita no sobrenatural.
Haruna Annaka – Haruna também é colega de classe do primeiro trio e automaticamente reconhecível pelo seu gigantesco laço de cabelo, sempre acaba se metendo em confusões cômicas.
Kenzabur0 Daiku – Presidente do estranho clube de Futebol-Gô e filho do rico presidente das Indústrias Daiku.
Yuria Sekiguchi – Membra do clube de Futebol-Gô ela é silenciosa e parece não fazer muita coisa.
Sakurai Makoto – Irmão mais novo da professora Sakurai e membro profissional do clube de Futebol-Gô
Tanaka – Um garoto com um cabelo estilo Afro enorme
Weboshi & Fet-chan – Amigas de Misato
Tachibana Mihoshi – Irmã mais nova de Misato e praticante de Kendo

Outro(s):

Naganohara Yoshino – Irmã mais velha de Mio, ela adora se fantasiar e pregar peças nos outros.

Avaliação

A animação gráfica de Nichijou não é seu ponto forte mas o que da um detalhe maior é o modo “simples” como ele é desenhado, pode-se perceber de cara como os traços são leves e o sombreamento bem básico, tanto no mangá como no anime é tudo bem delineado e com cores não tão chamativas, dando um clima calmo a ambientação.

No entanto, pelo ponto forte do anime ser a Comédia Nonsense, o autor precisa criar exageros e expressões bem únicas capazes de arrancar gargalhadas de todos seja lendo ou assistindo, e isso Keiichi e a Kyoto Animation sabem fazer. A criatividade de Keiichi para desenvolver tudo é simplesmente impressionante, o anime parece realmente ter sido feito por um personagem do mesmo, confuso e controverso mas é isso mesmo que o faz ser tão divertido, imagine-se  em tais situações, você ficaria perplexo no momento mas depois que se lembrasse iria rir como nunca antes, esse é o ponto especial do anime.

Os personagens são todos muito carismáticos e cada um possui suas características próprias não só para diferencia-los como para identifica-los por sua ações dentro da história.

Considerações Finais

Não se engane pensando que ele é feito somente para crianças por que é o que aparenta visualmente, é tudo uma questão de intelecto para entender a “complexidade” de algumas das piadas.
Em fim, não tenho o que dizer realmente, assistam o anime e julguem por si só a veracidade do que digitei aqui,mas eu garanto que diversão não irá faltar, do começo ao fim irá te prender e cativar da mesma maneira ou até mais do que eu.

Gostou do texto? Curta nossa Fanpage!

7 comentários

  1. Fred disse:

    Parabéns, muito bom o artigo, não assiti Nichijou por ser uma comédia Non-sense que é um gênero que não me agrada, mas gostei da sua descrição do animê, deu para visualizar muito bem a história, o enredo e os personagens.

    Responder
  2. LostHeaven disse:

    Muito bom teu artigo destacou bem os pontos fortes de nichijou( o fraco é n ter uma continuação – ate o momento) assisti e gostei bastante do anime, deu gargalhadas absurdas meu, a historia vai de algo extremamente comum pra o cumulo do absurdo mas n fica ruim muito pelo contrario. Bom é isso ótimo texto.

    Responder
  3. Yumaol
    Yumaol disse:

    O que um anime slice-of-life, que mostra somente a vida cotidiana, precisa para dar certo? Nichijou mostrou isso! Non-sense, muita comédia, e ótimos personagens, para suprir a simplicidade da história. Nichijou é um dos melhores do gênero.

    Parabéns pelo texto, ficou ótimo! Continue trazendo mais Reviews de animes para nós! ;D

    Responder
    • Shinobu
      Shinobu disse:

      Muito Obrigado pelos comentários em geral, fico feliz em saber que minha opinião é compartilhada da mesma maneira por mais pessoas, aliás, otakus.

      Yumaol – Tenha certeza que enquanto eu tiver um tempo livre irei redigir mais Resenhas…

      Responder
  4. Heindall disse:

    Quando eu vi o primeiro episodio desse anime, eu achei tao idiota que nem cheguei a ver o fim do episodio, mas depois de um tempo eu resolvi dar outra chance e assistir de novo.
    Realmente, apesar de ser um non-sense bem tosco, eh muito hilario, gosto demais desse genero. xD
    Parabens pela resenha, ficou boa mesmo.

    Responder
  5. Quick Animes disse:

    De uma rapida assistida num video q mostra partes sobre o anime, e achei ele muito louco e sem sentido, da pra rir bastante com esse anime!

    Responder

Escreva um comentário

2011-2019 .::. Top10animes. Política de Privacidade | DMCA (English).
 "Um filme só é bom quando, este, depois de 20 ou 30 anos ainda mexe com as pessoas que o assistem" - Hayao Miyazaki